Segunda, 27 de Setembro de 2021
(92) 992559421
Anúncio
Política Política

Vice diz que exoneração de Bonates é tardia e permanência seria escândalo

Vice-governador Carlos Almeida Filho tentou exonerar secretário de Segurança

05/08/2021 07h44 Atualizada há 2 meses
122
Por: Redação Fonte: Amazonas Atual
(Foto: Murilo Rodrigues/Atual
(Foto: Murilo Rodrigues/Atual

MANAUS – O vice-governador Carlos Almeida Filho (PSDB) afirmou, nesta quarta-feira (4), que a exoneração de Louismar Bonates do cargo de secretário de Segurança Pública do Amazonas é tardia e que a permanência dele no governo seria um “escândalo”. A manifestação foi publicada nas redes sociais do vice-governador.

No último dia 21 de julho, na ausência do governador Wilson Lima (PSC), Carlos Almeida Filho assinou ato que exonerou Bonates. Ele disse que “fez o que o Wilson já deveria ter feito há muito tempo”. No dia seguinte, o a cúpula do Governo do Amazonas divulgou nota afirmando que houve “fraude” no documento e que Bonates continuava como secretário.

O vice-governador alegou que o documento tinha validade, pois ele era o governador em exercício. O Governo do Amazonas, no entanto, sustentou que o Artigo 53 da Constituição do Estado prevê que “o governador só necessitará de um substituto para o cargo quando o seu afastamento do estado e/ou do país for maior que 15 dias – o que não é o caso”

Em entrevista à rádio CBN Amazônia no dia 22 de julho, Carlos Almeida Filho prometeu processar o governador Wilson Lima (PSC) e o diretor da Imprensa Oficial, João Guimarães Júnior, pela acusação de “fraude em documento” e pela não publicação do ato que exonerou o secretário Louismar Bonates no DOE (Diário Oficial do Estado).

Na terça-feira (3), o governador anunciou a troca de comando da SSP (Secretaria de Segurança Pública), da Seduc (Educação) e da Sead (Administração. O general de Exército Carlos Alberto Mansur assume a SSP, Maria Josepha Penella Pêgas Chaves, conhecida como Kuka Chaves, comandará a Educação.

Nesta quarta-feira (4), Lima afirmou que quem ocupa cargo comissionado pode ser trocado caso não atenda a missão. “Num time você tem que estar mudando o tempo todo. Quem assume um cargo comissionado tem que entender que a qualquer momento, quando não corresponder com a atitude ou com a missão pode ser substituído”, disse.

Leia a nota de Carlos Almeida Filho na íntegra:

NOTA PÚBLICA

A decisão tardia do governador de substituir o titular da pasta de Segurança Pública, no rastro de minha determinação de exoneração do secretário, realizada no último dia 21 de julho, expõe que a prevaricação é uma das marcas do líder da gestão do Amazonas. Um governante que age visando satisfazer apenas seus interesses pessoais, e não motivado pelo escândalo que a permanência do secretário, liderando a pasta por meses a fio, representou aos amazonenses.

O colapso que atinge o estado não termina com esta manobra do governador. Além da crise na Saúde, segundo investigações, diversos desvios éticos atingem outras camadas do governo. Condutas que só poderão ser sanadas quando a moralidade prevalecer sobre os interesses escusos, e quando o governo abrir suas portas para uma investigação aprofundada de todos os indícios de crimes e corrupção que acometem o gabinete do chefe do executivo.

Carlos Almeida Filho – vice-governador do Amazonas.

Por Felipe Campinas

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Nhamundá - AM
Atualizado às 08h26 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 34°

29° Sensação
2.3 km/h Vento
70.7% Umidade do ar
83% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias