Quinta, 09 de Dezembro de 2021
(92) 992559421
Cidades Operação

Operação em Coari combate abuso de poder antes da eleição suplementar

Milhares de ranchos foram encontrados armazenados em escola do município.

20/11/2021 15h24
156
Por: Redação
Foto: MP-AM/Divulgação
Foto: MP-AM/Divulgação

MANAUS – Deflagrada neste sábado (20), a Operação In Dextro Tempore [no tempo certo, na tradução livre] pretende combater a distribuição de bens, valores e serviços públicos em Coari (a 363,9 quilômetros de Manaus) antes da eleição suplementar do dia 5 de setembro.

A ação é do Ministério Público com apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado). São exceções à fiscalização os casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior.

Segundo o MP. a realização de programas, prestações ou doações de bens podem configurar abuso de poder político e econômico, com desequilíbrio do pleito.

O MP informa em nota que recentemente foram lançados programas de fornecimento de carteiras nacionais de habilitação de forma gratuita, e o auxílio social estadual. O MP considera que os lançamentos para Coari foram imediatamente agendados para o período do pleito suplementar.

Conforme o MP, foi feito o levantamento da chegada de cerca de 3000 ranchos à cidade com logística do Governo do Estado, e que foram estocados em escola estadual.

Passado o período eleitoral, assegura o MP, o próprio Ministério Público e a Justiça Eleitoral promovam o seguimento dos bens e serviços ofertados em período inoportuno, com curto adiamento, em respeito ao mesmo calendário eleitoral.

Amazonas Atual

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias